Retalho Avançado Coronalmente com Diferentes Desenhos no Tratamento da Recessão Gengival: Um Ensaio Clínico Comparativo Randomizado Controlado


O objetivo deste estudo duplo-cego paralelo randomizado e controlado foi descrever uma abordagem modificada utilizando o retalho avançado coronalmente (RAC) com desenho triangular e comparar sua eficácia, em termos de recobrimento radicular e estética, com um RAC tipo trapezoidal. Uma amostra de 50 recessões gengivais Classe I e II de Miller isoladas com pelo menos 1 mm de tecido queratinizado apical aos defeitos foi tratada com o RAC. Destas recessões, 25 foram tratadas aleatoriamente com RAC trapezoidal (grupo controle), enquanto que as outras 25 (grupo teste) foram tratadas com um RAC triangular modificado. As avaliações clínicas e estéticas, realizadas pelo paciente e por um periodontista independente, foram realizadas 3 meses, 6 meses e 1 ano após a cirurgia. Não foi demonstrada diferença estatística significativa entre os dois grupos do RAC em termos de redução da recessão, recobrimento radicular completo ou escores de estética aos 6 meses e 1 ano. Avaliaram-se melhoras estéticas, pelo paciente e pelo periodontista, aos 3 meses e um melhor recobrimento radicular, correspondência de cores e avaliações de contiguidade, após o RAC triangular. O RAC trapezoidal esteve associado com maior incidência de formação de queloide. As recessões gengivais tipo único podem ser recobertas com sucesso com os dois tipos de RAC. O RAC triangular deve ser o de escolha para pacientes esteticamente exigentes.