Reabilitação Unitária Imediata com Implantes Dentários e Coroas de Cerâmica Pura e com Infraestrutura Metálica: Resultados após 18 meses de Carga


O objetivo deste estudo foi comparar a zircônia personalizada e os pilares de
titânio com relação às taxas de sobrevivência e resultados técnicos, biológicos
e estéticos. Um total de 28 pacientes com implantes unitários foi distribuído
aleatoriamente em 12 infraestruturas de zircônia personalizada (teste, CA) e 16
pilares personalizados de titânio (controle, MC). Resultados técnicos, biológicos
e estéticos foram avaliados após um tempo médio de acompanhamento de 18
meses. Não foram observadas complicações biológicas, e não houve diferença
estatística para a distância osso-implante em 18 meses (CA −0,05 ± 0,51 mm
vs MC −0,28 ± 0,77 mm; P = 0,40). Foi observada descoloração similar da
mucosa peri-implantar (ΔEAC 9,6 ± 5,4, ΔEMC 7,6 ± 5,3; P = 0,46). A avaliação
dos valores médios do escore da papila não apresentou diferenças estatísticas
significativas entre os grupos teste e controle (AC 2,07 ± 0,94, MC 1,96 ± 0,84).
Aos 18 meses, as reconstruções com infraestrutura em zircônia e pilares de
titânio exibiram taxas de sobrevivência e resultados clínicos semelhantes.