Comparação Clínica de Procedimentos de Clareamento Caseiro e de Consultório: Um Ensaio Randomizado com Desenho de Boca Dividida


O objetivo deste estudo clínico de boca dividida foi comparar uma combinação de clareamento caseiro e de consultório com um clareamento apenas caseiro. Foram feitas duas aplicações de clareamento de consultório, com uma consulta por semana, usando peróxido de hidrogênio a 38%. O clareamento caseiro foi realizado com e sem clareamento de consultório usando peróxido de carbamida a 10% em uma moldeira individual, todas as noites, durante duas semanas. O fator estudado foi a técnica de clareamento em dois níveis: Técnica 1 (clareamento de consultório combinado ao clareamento caseiro) e Técnica 2 (apenas clareamento caseiro). As variáveis de resposta foram alteração de cor, sensibilidade dentária, morfologia e rugosidade de superfície. Os hemiarcos superiores esquerdo e direito dos participantes foram submetidos ao tratamento placebo de consultório e ao clareamento de consultório, respectivamente (Fase 1) e o tratamento de clareamento caseiro (Fase 2) foi realizado nos dois hemiarcos, caracterizando um delineamento de boca dividida. As alterações de superfície e a rugosidade do esmalte foram analisadas com microscopia eletrônica de varredura (MEV) e interferometria óptica (IFM) usando réplicas epóxicas. Não foram observadas diferenças estatísticas significativas entre as técnicas de clareamento tanto nas análises visuais como digitais. Houve uma diferença significativa de sensibilidade dentária quando as duas técnicas de clareamento dental foram utilizadas, com o clareamento de consultório produzindo os valores máximos de sensibilidade dentária após o início. A análise microscópica da morfologia e da rugosidade da superfície do esmalte não mostrou diferenças significativas entre as técnicas de clareamento. As duas técnicas produziram resultados similares de alteração de cor e a técnica associada produziu os valores máximos de sensibilidade. Nenhuma técnica promoveu alterações de morfologia ou de rugosidade da superfície do esmalte.