Avaliação da Variabilidade da Escala de Cores Dentária Usando Fotografia de Luz Polarizada

Este estudo avaliou a variabilidade da cor na tonalidade A entre a escala de cor VITA Classical (VITA Zahnfabrik) e outras quatro escalas de cor de cerâmica codificadas pela VITA usando uma câmera Canon EOS 60D e um software (Photoshop CC, Adobe). Um total de 125 fotografias foram tiradas, 5 para cada dente da escala para cada uma das 5 tonalidades (A1 a A4) das seguintes escalas de cor: Vita Classical (controle), IPS e.max Ceram (Ivoclar Vivadent), IPS d.SIGN (Ivoclar Vivadent), Initial ZI (GC) e Creation CC (Creation Willi Geller). As fotos foram processadas com o Adobe Photoshop CC para permitir a avaliação padronizada de matiz, croma e valor entre as escalas de cor. Nenhuma das escalas de cor codificadas pela VITA correspondia completamente à escala de cor VITA Classical para matiz, croma ou valor. As escalas de cor codificadas pela VITA aqui avaliadas mostraram uma tonalidade global não equivalente em todos os dentes quando comparadas ao controle, sugerindo que a seleção da cor deveria ser feita utilizando a escala produzida pelo fabricante da cerâmica destinada à restauração final.