O Uso do Fator de Crescimento Humano Recombinado Derivado de Plaquetas para Enxerto do Seio Maxilar


O procedimento de enxerto do seio maxilar se tornou um tratamento previsível para regeneração óssea e instalação de implantes. O objetivo deste estudo foi avaliar o fator de crescimento humano recombinado derivado de plaquetas BB (rhPDGF-BB) combinado com um enxerto ósseo bovino esponjoso desproteinizado para enxerto do seio maxilar. A abordagem da janela lateral foi utilizada para acessar o seio maxilar. Depois de um período de cicatrização de 4 meses, os implantes foram instalados e, após um período de osseointegração de 2 meses, foram reabilitados. O resultado demonstrou um enxerto na altura óssea e nos valores QEI e uma taxa de sobrevivência de 100%. Esse estudo indica que a adição de rhPDGF-BB ao enxerto ósseo bovino esponjoso desproteinizado acelera o período de cicatrização em seios maxilares com baixa quantidade óssea.