Evidência Histológica Humana de Reosseointegração em Torno de um Implante Afetado com Peri-Implantite após Descontaminação com Soro Estéril e Antissépticos: Um Relato de Estudo de Caso


O tratamento da doença peri-implantar é um dos temas mais controversos na Implantodontia. A etiologia multifatorial e a miríade de técnicas propostas para manejar o problema tornam a descontaminação bem-sucedida de uma superfície de implante afetada pela peri-implantite um dos desafios mais imprevisíveis que os dentistas têm de enfrentar. Este artigo apresenta o primeiro relato de caso publicado conhecido que demonstra evidência histológica humana de reosseointegração usando uma cureta de plástico para desbridamento mecânico e hipoclorito de sódio diluído, peróxido de hidrogênio e soro fisiológico estéril para desintoxicação química. A regeneração óssea guiada na parte reabsorvida da lesão peri-implantar foi realizada utilizando sulfato de cálcio e osso bovino como material de enxerto e uma barreira de colágeno suína para exclusão do tecido conjuntivo e epitelial. Int J Periodontics Restorative Dent 2017;37:499–508. doi: 10.11607/prd.3037