Estudo Comparativo de FCDPrh-BB Mais Matriz Óssea Derivada de Equinos Versus FCDPrh-BB Mais β-TCF no Tratamento de Defeitos Periodontais


O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia e a segurança da matriz óssea derivada de equino como veículo para fator de crescimento derivado de plaquetas recombinante humano BB (FCDPr-BB) versus beta fosfato tricálcico (β-TCF) para o tratamento de defeitos periodontais intraósseos em pacientes adultos. Este estudo foi realizado em 32 adultos com doença periodontal avançada. Os indivíduos elegíveis foram randomizados em proporção de 1: 1 em um grupo teste (matriz óssea derivada de equino revestida com FCDPr-BB) ou grupo controle (β-TCF revestido com FCDPrh-BB). A profundidade de sondagem da bolsa (PS), o nível clínico de inserção (NCI), a recessão gengival (RG) e a profundidade do defeito nas radiografias foram medidos 2 semanas antes da cirurgia, no dia da cirurgia (DC) e 6 meses pós-cirurgia (6MPC). Os dados clínicos e radiográficos foram analisados durante o período de teste. Foram observadas reduções estatisticamente significativas de PS e ganho de NCI entre o início e 6MPC e entre DC e 6MPC em ambos os grupos (P <0,01). Não foram encontradas diferenças estatísticas significativas na redução da PS entre os grupos. No entanto, o grupo teste apresentou aumento significativo de NCI entre DC e 6MPC. A alteração do nível ósseo radiográfico foi estatisticamente significativa em relação ao início (P <0,01) em ambos os grupos. Os resultados sugeriram que a matriz óssea derivada de equino é um acarreador viável, eficaz e seguro para FCDPrh-BB em defeitos periodontais. Int J Periodontics Restorative Dent 2017;37:825–832. doi: 10.11607/prd.3401. Referência original: Int J Periodontics Restorative Dent 2017;37:825–832. doi: 10.11607/prd.3401.