Enxerto Subepitelial de Tecido Conjuntivo em Combinação com um Retalho Coronalmente Avançado para o Tratamento de Recessões Gengivais Classe II e III de Miller em Incisivos Inferiores: Uma Série de Casos


Há evidências limitadas sobre o efeito do enxerto de tecido conjuntivo subepitelial
(ETCS) no recobrimento radicular na região anterior da mandíbula. Uma técnica
é descrita utilizando um ETCS com um retalho coronário avançado (RAC) para
o tratamento de recessões gengivais Miller Classe II e III em incisivos centrais
inferiores. Catorze recessões Classe II e III de Miller foram tratadas em 10 pacientes
usando ETCS com RAC. Após um acompanhamento médio de 11,7 meses,
foi obtido 90,22% ± 12,36% de recobrimento radicular. Não houve diferenças
estatísticas significativas no recobrimento radicular para defeitos de recessão Miller
Classe II e III. Recobrimento radicular total foi obtido em cinco (71,42%) sítios
Classe II de Miller em comparação com três (42,85%) defeitos Classe III. Esses
resultados sugerem que a combinação de ETCS e RAC é uma técnica eficaz para
obter recobrimento radicular em incisivos inferiores com defeitos de recessão
de Classe II e III, com excelente satisfação do paciente em relação à aparência
estética dos dentes tratados.