Desempenho Clínico de Restaurações Cerâmicas “Dento-Suportadas Fabricadas por meio de CAD/CAM”


Devido ao aumento da demanda por materiais dentários seguros e esteticamente agradáveis, as cerâmicas foram desenvolvidas e otimizadas para reabilitar dentes anteriores e posteriores. Esta evolução dos materiais cerâmicos está diretamente relacionada com o desenvolvimento de tecnologias e sistemas de processamento sofisticados para uso em Odontologia particularmente em tecnologias de design/fabricação assistidos por computador (CAD/CAM). Este estudo é uma revisão sistemática delineando as taxas de sobrevida clínica no longo prazo de restaurações de dente unitários fabricadas com tecnologia CAD/CAM com um acompanhamento mínimo de 3 anos. Uma pesquisa bibliográfica até setembro de 2016 foi realizada usando dois bancos de dados: MEDLINE (PubMed) e Embase. Palavras-chave selecionadas e critérios de inclusão e exclusão bem definidos orientaram a busca de resultados relevantes. Todos os artigos foram primeiramente revisados por título, depois por resumo e, posteriormente, por uma leitura de texto completo. Os dados foram avaliados e extraídos através de um formulário padronizado. Os resultados agrupados foram analisados estatisticamente e a taxa global de falhas foi calculada pelo modelo de efeitos aleatórios. As falhas relatadas foram analisadas quanto ao sistema CAD/CAM, tipo de restauração, material restaurador e cimento. De um total de 2.916 restaurações unitárias com tempo médio de exposição de 7,0 anos e 351 falhas, a taxa de falha foi de 2,17% ao ano, estimada por 100 anos de restauração (95% intervalo de confiança [IC]: 1,35% a 3,51%). A taxa de sobrevida total estimada após 5 anos foi de 89,7% (95%, IC: 88,1% a 91,1%). A taxa de sobrevivência global das restaurações cerâmicas de dentes individuais fabricadas com a tecnologia CAD/CAM foi semelhante às fabricadas convencionalmente.