Avaliação Volumétrica de Regiões Com Comprometimento Periodontal Reabilitadas por Próteses Imediatas Sobre Implante Depois de Cinco anos


O objetivo deste estudo foi a avaliação retrospectiva da distância das margens dos tecidos duro e mole vestibular à plataforma do implante em 24 regiões periodontalmente comprometidas que foram reabilitadas com restaurações imediatas sobre implante. A análise volumétrica foi realizada nos 5 anos de acompanhamento por tomografia computadorizada de feixe cônico com campo de visão limitado. Em todos os casos, com 5 anos de acompanhamento, uma lâmina radiopaca na face vestibular estava visível coronalmente à plataforma do implante (3,1 ± 0,6 mm), apoiando a margem de tecido mole, que se estendia acima desse nível (5,2 ± 1,1 mm). Em 12 das regiões, a avaliação pré-operatória mostrou que essa lâmina estava ausente no momento da instalação do implante.