Aumento Extensivo com Osso Autógeno e Implantes em Pacientes Sob Tratamento com Bisfosfonatos: Uma Série de 15 Casos


Pacientes sob tratamento com bifosfonatos (BF) podem estar sob alto risco na instalação de implantes e de aumento ósseo devido à associação entre BF e osteonecrose da mandíbula (ONMB). Quinze pacientes, de acordo com a anamnese fazima uso de BF devido à osteoporose, foram tratados com procedimentos de enxertos ósseos extensos e implantes dentários após a seleção segundo o perfil de risco individual. Em 47 sítios, blocos de osso mandibular foram enxertados de acordo com a técnica do bloco ósseo dividido e 14 levantamentos de assoalho de seio foram realizados. Um total de 71 implantes foi instalado e restaurado após 4 meses. Muitos enxertos ósseos repararam como esperado e todos os implantes puderam ser instalados como planejado. Dois pacientes mostraram um reparo incompleto do enxerto ósseo e foram reenxertados durante a instalação do implante. Outros dois pacientes apresentaram uma limitada necrose de tecido mole, e foram tratados localmente com sucesso. Um implante instalado com carga imediata foi perdido. Ao todo, a cicatrização ocorreu sem interferências e comparável aos pacientes sem história de ingestão BF. Até 6 anos de acompanhamento, não houve perda óssea importante significativa, nem ocorreu ONMB, infecções ou peri-implantites e todos os implantes estavam bem osseointegrados clínica e radiograficamente. Dependendo do perfil do risco individual, o aumento ósseo pode ser realizado com sucesso em pacientes que fazem tratamento com baixas does de BF. Mais pesquisas e estudos são necessários.