Regeneração Óssea Guiada Usando Fosfato de Cálcio Bifásico Com Proteína Óssea Morfogenética Recombinante Humana Adjunta-2 Com e Sem Membrana de Colágeno em Defeitos na Calvária Ratos: Uma Análise Histológica e Biomecânica


Este estudo teve como objetivo avaliar a eficácia do fosfato de cálcio bifásico (FCB) com proteína óssea morfogenética recombinante humana adjunta-2 (rhBMP-2), com e sem membrana de colágeno (MC), na regeneração de defeitos padronizados de calvárias de ratos. Foram utilizados 30 ratos albinos Wistar fêmeas com idade média de 12 semanas e peso médio de 300 g. A pele sobre a calvária foi exposta usando um retalho de espessura total. Um defeito padronizado medindo 4,6 mm de diâmetro foi criado no osso parietal. Os defeitos foram divididos aleatoriamente nos seguintes grupos: (1) nenhum tratamento (grupo controle); (2) FCB imerso em rhBMP-2 e depois coberto com uma MC reabsorvível; e (3) FCB embebido em rhBMP-2. Após a eutanásia, foram realizadas avaliações histológicas, histomorfométricas e biomecânicas dos espécimes da calvária a fim de avaliar a regeneração óssea. Os resultados mostraram ilhas de osso neoformado (ON) entre as bordas do defeito no grupo controle. Observou-se ON ligando as bordas dos defeitos e em torno dos remanescentes de FBC no grupo rhBMP-2 + FBC + MC e apenas em torno dos remanescentes de FCB no grupo rhBMP-2 + FCB. A análise histomorfométrica revelou uma média significativamente maior ± desvio padrão (DP) percentual de ON por defeito no grupo rhBMP-2 + FCB + MC (46,12 ± 2,56) em comparação com os grupos controle (11,79 ± 0,75) e rhBMP-2 + FCB (26,65 ± 1,48). Embora não tenham sido encontradas diferenças na dureza e no módulo elástico (EM) do ONF entre a rhBMP-2 + FCB + MC (dureza: 687,78 ± 4,74 MPa; ME: 27,71 ± 0,063 GPa) e a rhBMP-2 + FCB (dureza: 637,65 ± 6,32 MPa; ME: 21,49 ± 0,095 GPa), os parâmetros biomecânicos de ON no grupo de controle (dureza: 286,17 ± 9,49 MPa; ME: 12,62 ± 0,048 GPa) foram significativamente menores. O experimento demonstrou a eficiência de rhBMP-2 + FCB em ROG, em que a presença de MC levou a uma maior porcentagem de formação de osso novo dentro de defeitos padronizados na calvária.