Prevalência de Contatos Abertos Interproximais Entre Restaurações de Implantes Unitários e Dentes Adjacentes

Objetivo: O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência de contatos interproximais abertos entre próteses sobre implantes unitários e dentes adjacentes, bem como fornecer diretrizes para a prevenção da perda de contato interproximal (PCI). Materiais e Métodos: Este foi um estudo retrospectivo transversal. Cento e vinte e oito pacientes (174 próteses sobre implantes unitários), oriundos da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Colúmbia e da clínica de uma faculdade particular, com próteses sobre implantes unitários na região posterior ou anterior, foram selecionados para participar deste estudo. Pacientes com idade entre 19 e 91 anos, do gênero masculino e feminino, foram incluídos neste estudo piloto. O período de avaliação após a instalação da prótese variou entre 3 meses e 11 anos. Os participantes foram acompanhados em intervalos aleatórios para identificar a PCI. Os contatos interproximais foram avaliados com fio dental de 0,07mm de espessura e confirmação visual. Foram considerados abertos os contatos nos quais o fio dental passou sem resistência nos dentes adjacentes. Resultados: Os resultados deste estudo revelaram uma porcentagem significativa da PCI, 52,8%, entre próteses sobre implantes unitários e dentes adjacentes; 78,2% foram identificados na face mesial e 21,8% na face distal. A PCI foi observada em 57,9% das próteses superiores e 49% das próteses inferiores. Oito próteses sobre implantes em mulheres apresentaram abertura mesial e distal. Dentre os pacientes com PCI, uma porcentagem significativa, 40%, estava ciente da presença da PCI e da impacção de alimentos. Conclusão: Neste estudo, 52,8% das próteses sobre implantes apresentaram PCI. Tal resultado demonstra que a PCI deve ser incluída como uma complicação protética na Implantodontia. A alta prevalência da PCI justifica um termo de consentimento apropriado e problemas clínicos associados devem ser abordados. Possíveis fatores causais foram apresentados, porém outras pesquisas são necessárias para a identificação dos fatores causais da PCI. Os autores sugerem o uso de contenções Essix para a prevenção da PCI entre próteses sobre implantes unitários e dentes adjacentes. A avaliação dos contatos interproximais entre as próteses sobre implantes unitários e os dentes adjacentes deve ser monitorada periodicamente.