O Efeito da Largura da Mucosa Queratinizada Sobre a Saúde Peri-Implantar: Uma Revisão Sistemática

Propósito: O objetivo desta revisão sistemática foi investigar o efeito da largura da mucosa queratinizada (LMQ) nos parâmetros clínicos de saúde e estabilidade peri-implantar. Materiais e métodos: Dois revisores independentes conduziram uma pesquisa abrangente para identificar estudos conduzidos em seres humanos que relacionasse a LMQ como um fator sobre LMQ como um fator bi variante (≥ 2 mm e < 2 mm) em relação a profundidade de bolsa (PB), sangramento à sondagem (SS), índice de sangramento modificado (ISm), Índice de Placa (IP), IP modificado (IPm) e sobrevivência de implante com um acompanhamento mínimo de 6 meses depois de submeter o implante a carga. Oito estudos foram incluídos na revisão sistemática e sete na meta análise para verificar os efeitos sumários nas diferenças dos parâmetros acima mencionados entre os grupos de LQM. Resultados: As análises agrupadas mostraram que o IG, IP e IPm eram significativamente mais altos no grupo com LMQ < 2 mm, enquanto o ISm também foi mais alto, mas não significante. Ao contrário, a PB não foi significativamente diferente entre os dois grupos. As diferenças na PB e taxa de sobrevivência de implante não pode ser analisada devido à disponibilidade limitada de dados. A heterogeneidade foi altamente significativa entre os grupos reunidos para todas as variáveis investigadas. Conclusão: A LMQ reduzida ao redor dos implantes parece estar associada com parâmetros clínicos indicativos de inflamação e precária higiene oral. Entretanto, baseados nas evidências selecionadas, os valores de predição da LMQ são limitados.
Int J Oral Maxillofac Implants – edição em português 2016;1:118-127.
Referência original: Int J Oral Maxillofac Implants 2013;28:1536-1545. doi: 10.11607/jomi.3244.