Precisão na Instalação de Implante Utilizando a Navegação Dinâmica


O objetivo deste estudo prospectivo foi determinar a precisão da plataforma e do ângulo para implantes
dentários utilizando a navegação dinâmica, uma forma de cirurgia assistida por computador. Foram consideradas
três hipóteses: (1) se a precisão geral para a colocação do implante em relação ao plano virtual é semelhante
àquela dos guias estáticos dentossuportados gerados por tomografia computadorizada (TC); (2) se o sistema
dinâmico é mais preciso do que os métodos a mão livre; e (3) se há uma curva de aprendizado associada a
este método. Materiais e Métodos: Este estudo envolveu três cirurgiões que colocaram implantes em mandíbula
e maxila de pacientes utilizando um sistema dinâmico de navegação (X-Guide, X-Nav Technologies). Implantes
virtuais foram colocados em sítios planejados utilizando o computador do sistema de navegação. Tomografias
computadorizadas de feixe cônico foram tomadas em todos os pacientes após a instalação dos implantes. Para
cada paciente, esta tomada foi sobreposta ao plano virtual e usada para determinar desvios angulares e da
plataforma para com o plano virtual. As variáveis primárias foram a plataforma e os desvios angulares, comparando
a colocação real ao plano virtual. As análises secundárias incluíram determinação da precisão relacionada
à experiência relacionada à experiência e a instalação a mão livre de implantes. Foram feitas comparações
com estudos publicados sobre a precisão da colocaçã o de implante utilizando guias estáticos. Resultados: Os
desvios de precisão do plano virtual foram semelhantes àqueles relatados pelas referencias bibliográficas
para guias estáticos em dentes. A precisão de navegação dinâmica foi superior em relação à colocação do
implante a mão livre. Os três cirurgiões apresentavam similaridade de precisão após a curva de aprendizado
ter sido alcançada. A proficiência baseada em uma série de casos foi alcançada no 20º procedimento cirúrgico.
Conclusão: A navegação dinâmica pode alcançar a precisão da colocação do implante semelhante ao guias
estáticos e é uma melhoria em relação à colocação do implante a mão livre. Além disso, houve uma curva de
aprendizagem para obter proficiência.