Impacto do Sexo, da Idade e da Estação do Ano na Espessura da Membrana Sinusal


Objetivo: A espessura da membrana sinusal tem sido associada à incidência de perfurações durante o
procedimento de levantamento do seio maxilar. Entender a espessura da membrana sinusal é essencial
para a prevenção dessa complicação cirúrgica específica. Portanto, o objetivo deste estudo retrospectivo
foi investigar o impacto do sexo, da idade e da estação do ano na espessura da membrana. Materiais e
Métodos: Os prontuários de 144 pacientes saudáveis foram incluídos no estudo. Imagens de tomografia
computadorizada de feixe cônico (TCFC) desses pacientes foram analisadas para determinar a espessura
da membrana sinusal nas vistas coronal e sagital. Sexo, idade e estação do ano foram correlacionados
com a espessura da membrana. Resultados: A espessura média da membrana sinusal foi de 1,81 ± 1,66
mm (intervalo: 0,47 a 9,49 mm). Em 22,12% das imagens de TCFC, a membrana sinusal não era visível.
Espessura da membrana inferior a 2 mm foi encontrada em 70,8% dos casos. A idade foi encontrada como
fortemente correlacionada (P < 0,05) com a espessura da membrana sinusal, mas não sexo ou estação
do ano. Conclusão: Com base na avaliação da TCFC, a idade foi considerada um fator que influencia a
espessura da membrana sinusal, mas o sexo ou a estação do ano não.