Estudo Clínico de uma Técnica de Avanço de Retalho Sem Incisão Vertical para Regeneração Óssea Guiada


Objetivo: O objetivo deste estudo foi introduzir um novo método de avanço de retalho sem uma incisão vertical relaxante para regeneração óssea guiada (ROG) e discutir seus resultados clínicos. Materiais e Métodos: Este estudo retrospectivo envolveu pacientes que tinham recebido ROG para implantes dentários entre abril de 2012 e abril de 2013. Em todos os pacientes, uma incisão tradicional no centro da crista foi feita no rebordo alveolar edêntulo, e uma incisão sulcular foi estendida até os dois dentes adjacentes; no entanto, nenhuma incisão vertical foi realizada. Em vez disso, foram usadas uma incisão relaxante periosteal ampla e uma incisão relaxante adicional que cortou, seletivamente, parte dos músculos da expressão facial (orbicular da boca ou bucinador). Complicações pós-operatórias, tais como edema, dor, parestesia, sinais de infecção e exposição da membrana foram avaliadas em 1, 2, 4, 12 e 24 semanas após a cirurgia. Resultados: Quarenta áreas em 34 pacientes foram avaliadas. Em todas as áreas cirúrgicas, foi alcançado avanço de retalho de 7 mm e, clinicamente, o fechamento primário passivo foi obtido. Todos os pacientes apresentaram edema pós-operatório leve ou moderado sem limitação funcional ou desconforto durante a abertura da boca ou dos olhos e deglutição. Nenhuma dor de longa duração (mais de uma semana), parestesia, ou sinais de infecção ocorreram durante o período de acompanhamento de 6 meses. No entanto, após 4 meses, foi observada exposição tardia da malha de titânio em dois pacientes que tinham usado uma prótese removível provisória. Dentro de 2 semanas, as exposições fecharam espontaneamente após o uso da prótese ter sido interrompido e curativo diário ser realizado. Conclusão: A técnica de avanço de retalho apresentada neste estudo permite facilmente o fechamento primário passivo clinicamente, e não houve nenhuma falha evidente do fechamento primário. Esta técnica poderia ser utilizada com sucesso em procedimentos de ROG.