Análise da Qualidade de Vida de Pacientes Portadores de Overdenture: Estudo Retrospectivo com Acompanhamento Médio de 11,5 Anos


Resumo: O impacto da saúde bucal na qualidade de vida vem sendo discutido amplamente dentro da Odontologia. Pacientes totalmente edêntulos, muito além das dificuldades funcionais, apresentam fator determinante para impacto negativo na qualidade de vida. A reabilitação destes pacientes com overdentures retidas por implantes tem demonstrado eficiência clínica e, principalmente, capacidade em prover bem-estar psíquico e social. O presente estudo avaliou o grau de satisfação e qualidade de vida de 24 pacientes reabilitados com overdentures em mandíbula. Após planejamento reverso, foram instalados dois implantes em cada paciente, na região entre os forames mentuais. Esperado o período de osseointegração dos implantes (90 dias), os pacientes receberam próteses tipo overdentures retidas por barra ou sistema bola. Decorrido o período médio de acompanhamento de 11,5 anos de utilização das próteses, foi aplicado o questionário OHIP-14 em todos os pacientes. Os resultados foram tabulados e submetidos à estatística descritiva, demonstrando um impacto positivo na qualidade de vida dos pacientes avaliados em todas as dimensões avaliadas do OHIP-14. Portanto, o presente estudo sugere que a reabilitação com overdentures inferiores retidas por implantes foi eficaz em promover impacto positivo na qualidade de vida. Int J Oral Maxillofac Implants – edição em português 2016;1:272-277.