Técnica de retalho pediculado vestibular para aprimoramento de tecido mole peri-implantar


Uma faixa saudável e adequada de mucosa peri-implantar queratinizada é a chave para o sucesso biológico e estético a longo prazo. No entanto, em cerca de um terço dos pacientes com implantes, a sua formação requer procedimentos de enxerto de tecido conjuntivo. Esses procedimentos podem ser considerados impraticáveis para pacientes que necessitam de retratamento de falhas, aqueles que não estão dispostos a passar por várias etapas cirúrgicas ou aqueles que recebem múltiplos implantes que envolveriam múltiplos enxertos de tecido conjuntivo. Este artigo introduz a técnica do retalho pediculado vestibular, uma nova abordagem cirúrgica para aumentar o tecido mole ao redor de implantes dentais sem enxerto de tecido conjuntivo. A técnica é uma abordagem cirúrgica minimamente invasiva que pode ser realizada como cirurgia de um ou dois passos e pode ser aplicada em áreas anteriores e posteriores, bem como em implantes adjacentes unitários e múltiplos.