Soluções minimamente invasivas para a fluorose dental: microabrasão e clareamento


A fluorose é uma alteração do esmalte causada pela ingestão excessiva de fluoreto (flúor) durante o período da amelogênese. Caracteriza-se pela presença de estrias horizontais, finas, bilaterais, difusas e áreas manchadas. O esmalte fluorótico é hipomineralizado na sua superfície e com elevada quantidade de poros. O diagnóstico adequado deve ser realizado com ambiente seco e a severidade classificada de acordo com as características clínicas do acometimento do esmalte. O tratamento estético considerado menos invasivo é realizado pela microabrasão do esmalte, que consiste na remoção da camada superficial do esmalte fluorótico como primeira escolha, podendo essa técnica ser associada ao clareamento dental. Quanto à previsibilidade, os dentes de pacientes submetidos à microabrasão formam uma superfície lisa, com alta dureza e com brilho que aumenta ao longo do tempo. Conclusão: A microabrasão do esmalte, seja associada ou não ao clareamento dentário, é considerada uma técnica efetiva para a diminuição de manchas fluoróticas. Todavia, quando associada o clareamento, a satisfação do paciente é significativamente maior.