Restaurações monolíticas CAD/CAM e reabilitação adesiva da boca toda para restaurar um paciente com histórico de bulimia: técnica modificada de três passos


Devido ao aumento da consciência sobre a erosão dentária, vários clínicos gostariam de propor tratamentos mesmo nos estágios iniciais da doença. Entretanto, quando a perda de estrutura dentária é visível somente aos olhos do profissional e não afetou a estética do sorriso, pacientes afetados geralmente não aceitam uma reabilitação da boca toda. A redução do custo do tratamento, simplificação dos passos clínicos e proposta de técnicas adesivas não invasivas podem impulsionar a aceitação do paciente. Neste artigo, o tratamento de um paciente ex-bulímico é ilustrado. Uma abordagem modificada da técnica de três passos foi executada. O paciente concluiu o tratamento em cinco breves consultas, incluindo a inicial. Não foi necessário preparo dentário, não foi empregada anestesia e os custos gerais (clínica e laboratório) foram baixos. No final do tratamento, o paciente ficou muito satisfeito do ponto de vista biológico e estético.