Manejo multidisciplinar de uma jovem adulta com implantes dentários infraocluídos: relato de caso

Objetivo: A colocação de um implante
dentário durante o início da adolescência
pode resultar em um resultado não
estético ou até mesmo perda de função.
O caso apresentado descreve o tratamento
de implantes dentários infraocluídos
e as complicações estéticas para
uma jovem adulta que recebeu dois implantes
dentários na região dos caninos
aos 16 anos de idade.
Considerações Clínicas: Após exame e
diagnóstico, foi implementada uma abordagem
multidisciplinar, incluindo a remoção
de um implante infraocluído, seguida
de reconstrução de tecidos duros e
moles, antes da substituição do implante,
em uma posição tridimensional ideal. No
lado contralateral, realizou-se enxerto de
tecido conjuntivo subepitelial em conjunto
com a modificação do perfil de emergência
do pilar e coroa definitiva. O sextante
anterior foi tratado como uma reabilitação
estética abrangente que envolveu duas
facetas laminadas adicionais e duas coroas
totalmente em cerâmica.
Conclusões: Essa abordagem multidisciplinar
conseguiu administrar com sucesso
a complicação resultante dos implantes
dentários infraocluídos. O resultado
estético final satisfez à queixa principal
da paciente e foi documentado como estável
no acompanhamento de 1 ano.