Desafios das facetas cerâmicas no tratamento de incisivo lateral com alteração de cor


O tratamento estético de um único dente com alteração de cor é um desafio para o cirurgião-dentista e para o técnico de laboratório dental. A principal dificuldade está em mascarar a cor do substrato preservando ao máximo a estrutura dental, mantendo o aspecto natural e devolvendo as propriedades ópticas. A restauração cerâmica é uma excelente opção de tratamento, porém tratar um único dente escurecido não é simples. O cirurgião deve estar atento às etapas do preparo, visto que um dente com alteração de cor requer uma profundidade de preparo capaz de mascarar o fundo escurecido. Hoje, preparos cada vez mais conservadores, associados aos avanços dos materiais cerâmicos, têm possibilitado a confecção de restaurações mais finas. Desta forma, o máximo de informações deve ser enviado ao técnico de laboratório, principalmente no que se diz respeito à seleção da cor. Além disso, a escolha do cimento torna-se fundamental, pois o resultado final pode ser alterado pela cor do cimento resinoso. O presente artigo irá descrever, por meio de relato de caso clínico, os desafios nas etapas de preparo, seleção da cor e escolha do cimento resinoso, para confecção de uma faceta cerâmica em um incisivo lateral escurecido.