Comparação de técnica não destrutiva usando imagem tridimensional e dissolução química histoanatômica para análise de morfologia dental


Objetivo: O presente estudo tem como objetivo comparar um método de análise histoanatômica dental digital com a dissolução química do esmalte para o estudo da morfologia dental.

Material e métodos: Dentes anteriores superiores extraídos foram escaneados por microtomografia computadorizada (µTC) (µTC 40; Scanco Medical), segmentados e reconstruídos tridimensionalmente (Amira, versão 5.5.2; VSG). Após a aquisição digital da morfologia dental, todas as amostras foram tratadas com ácido fórmico a 5% para uma cuidadosa dissolução da camada de esmalte. Foram realizadas seis medidas (três vestíbulo-palatinas e três mésio-distais) por amostra, ambas digitalmente, seguindo o escaneamento do µTC e fisicamente antes e depois da dissolução do esmalte. As medidas obtidas foram submetidas à análise estatística através do coeficiente de concordância das médias e regressão linear.

Resultados: Um comportamento de correlação linear sem diferença estatisticamente significativa foi encontrado entre os dois métodos, com um coeficiente de concordância de correlação de 97%.

Conclusão: O método de reconstrução tridimensional digital, não destrutivo, realizado por µTC, apresentou resultados comparáveis à dissolução ácida destrutiva do esmalte, confirmando que ambas as opções são confiáveis para a análise histoanatômica de morfologias de esmalte e dentina.