Preparo de raízes residuais para procedimentos de escudo alveolar: uma abordagem com janela vestibular


Duas complicações comuns que ocorrem após a colocação imediata do implante e os procedimentos de colocação de implantes e de provisórios na maxila anterior são as alterações nos níveis de tecido mole peri-implantar por vestibular e nos contornos vestibulares. Para neutralizar essas mudanças, foram recomendados técnicas e tratamentos diferentes. A técnica de escudo alveolar (TEA) recentemente introduzida parece ser uma opção de tratamento viável para estabilizar a arquitetura óssea e gengival vestibular; no entanto, o preparo do fragmento radicular pode apresentar desafios. Este artigo descreve uma abordagem cirúrgica projetada para facilitar o preparo do fragmento da raiz vestibular.