Minimizando o trauma durante a extração dentária: Uma abordagem sistemática de seccionamento


Um pré-requisito para a colocação imediata do implante é que o osso e os tecidos moles estejam inteiramente intactos, o que só pode ser obtido com uma remoção cuidadosa e menos traumática do dente, minimizando os danos às estruturas de tecido mole e duro do alvéolo do dente extraído. Métodos tradicionais de extração de dentes usando fórceps e alavancas muitas vezes resultam em algum grau de dano aos tecidos moles e duros, que varia desde uma leve dilaceração dos tecidos moles até a perda completa da tábua óssea vestibular e da crista óssea interdentária. Este artigo descreve uma técnica de extração que utiliza uma abordagem sistemática de corte de dentes para ajudar a minimizar a perda de tecido mole e duro no alvéolo de dente extraído.